Unidade Águas Claras: (61) 3568-9667 - Unidade Asa Norte: (61) 3326-6587
LIPOASPIRAÇÃO OU CRIOLIPÓLISE?

Na hora de eliminar aquela gordurinha localizada, é preciso saber e conhecer os procedimentos adequados para cada biotipo e finalidade.

Uma dúvida que ronda a cabeça das mulheres é: O que fazer, criolipólise ou lipoaspiração? O objetivo, geralmente é o mesmo, eliminar gordura localizada. Para isso é importante conhecer as diferenças de cada método e qual melhor se adequa ao tipo de corpo, organismo e objetivo.

Mas afinal, o que é gordura localizada?

Para saber o que é gordura localizada, precisamos entender a diferença entre gordura subcutânea e gordura visceral.

A gordura subcutânea, que é aquela que se localiza logo abaixo da pele e a gordura visceral é mais interna e encontra-se próxima aos órgãos vitais.

Gordura localizada é o acúmulo da gordura subcutânea em determinadas áreas do corpo. Os locais de distribuição da adiposidade acumulada no organismo variam de pessoa para pessoa. A regiões mais comuns são: abdômen, culote e flancos.

Criolipólise X Lipoaspiração

A lipoaspiração é um método cirúrgico e invasivo que se baseia na aspiração da gordura localizada por meio de uma cânula (tubo). Para a realização do procedimento é necessário aplicar anestesia, seja local, geral ou peridural. O procedimento pode ser classificado em pequeno, médio ou grande, variando de acordo com a quantidade de gordura retirada e partes do corpo abordadas.

Já a criolipólise é um tratamento estético sem intervenção cirúrgica que consiste no congelamento da célula de gordura. Esta sofre um processo de cristalização, no qual as células adiposas são destruídas e posteriormente eliminadas pelo sistema imunológico, via sistema linfático. As sessões duram cerca de 1h, de acordo com cada caso.

Apesar de procedimentos extremamente diferentes, duas coisas eles têm em comum:

Não são indicados no tratamento da obesidade e emagrecimento e tem como objetivo a modelagem corporal.

Quando se compara os dois métodos, observa –se que:

1. A criolipólise é um procedimento não invasivo, realizado no consultório. A lipoaspiração é uma cirurgia, que necessita anestesia e repouso.

2. A criolipólise é realizada em sessões, sendo que uma ou duas regiões são realizadas por vez. Na lipoaspiração pode –se tratar várias regiões ao mesmo tempo.

3. Ambos os métodos podem ser realizados em quase todas as partes do corpo.

4. Na criolipólise não se tem um controle da quantidade de gordura que é retirada . É realizada a aplicação e cada indivíduo responde numa intensidade. Caso seja necessário a remoção de uma maior quantidade de gordura de uma região, será necessário uma nova sessão 8 semanas após a primeira. Na lipoaspiração pode – se retirar uma grande quantidade de gordura com maior controle, assim caso exista uma região com maior acúmulo de gordura localizada a tratamento é realizado de uma só vez.

5. A criolipólise não possui grandes efeitos colaterais, apenas, vermelhidão, manchas roxas e dormência nas regiões tratadas. Já na lipoaspiração é comum sentir dores intensas na região, hematomas e inchaço e necessita-se um afastamento das atividades rotineiras para realizar repouso.

6. O risco de complicações no procedimento de criolipólise realizada em local seguro e com profissionais capacitados são mínimos, apenas o aparecimento de fibroses que podem ser resolvidas com algumas sessões de radiofrequência. Quanto a lipoaspiração, por ser um procedimento invasivo possui várias possibilidades de complicações, como perfurações viscerais, reações alérgicas a medicações no intra e pós-operatório, reação febril, infecção sistêmica, arritmias cardíacas, entre outras…

Portanto, apesar de ambos os tratamentos serem direcionados para o tratamento da gordura localizada, possuem eficácia e indicações diferentes. O mais indicado é que o paciente avalie suas expectativas e escolha o melhor tratamento.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
×

Carrinho