Unidade Águas Claras: (61) 3568-9667 - Unidade Asa Norte: (61) 3326-6587
COMO ESCOLHER UMA CLÍNICA SEGURA?

A busca pela beleza é uma constante na humanidade há muitos séculos, mas certamente a imagem nunca foi tão importante quanto é nos dias de hoje. Atualmente, uma boa aparência contribui não apenas para elevar a autoestima, mas influencia até nas relações sociais e profissionais. Se sentir bem consigo mesma deixou de ser apenas vaidade e hoje se trata de questão de saúde e bem estar.

As clínicas de estética estão aí para nos ajudar com essas questões e nos proporcionar diversas formas de melhorar questões estéticas que nos incomodam. Porém é muito importante que esses procedimentos sejam realizados sem que haja qualquer tipo de risco á sua saúde e para isso na hora de investir num tratamento, vale ficar atenta a algumas recomendações para não cair em cilada. ⚠️

Vamos às Dicas!! 

1° – Escolha clínicas de estética por indicação ou aposte em clínicas conhecidas !!
Observe se possuem reclamações no “RECLAME AQUI”, em posts nas redes sociais. Vale também observar se possuem depoimentos de clientes satisfeitos e fotos de resultados próprios.

2° – Desconfie de promoções com preços muito reduzidos.
Basicamente, quanto maior for a qualidade dos equipamentos, dos profissionais e dos insumos utilizados, mais caro será o procedimento. Além disso, os equipamentos precisam passar por calibração e manutenção preventiva frequentemente, e isso gera um custo alto. Tempo de atendimento e licença sanitária também devem ser levados em consideração.

3° – Não acredite em promessas de redução de gordura localizada e celulite que dizem não precisar manter uma dieta saudável e fazer exercícios físicos. Não há milagre!
Só os tratamentos não fazem milagre. Eles ajudam, sim, na redução de gordura, estrias, celulite, flacidez, entre outros, mas é preciso manter uma dieta balanceada e hábitos de vida saudáveis para se obter a perda completa. Desconfie se a clínica disser que o procedimento será a resolução completa para a queixa.

4° – Existem no mercado muitos equipamentos (laser, radiofrequência e outros) falsificados. Verifique se ele é aprovado pela Anvisa.
Todos os equipamentos da clínica devem ter selo da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para proteção tanto do profissional, quanto do consumidor final. O que vemos hoje em dia são pessoas querendo obter vantagens a qualquer custo, ignorando a qualidade do tratamento e o respeito com o cliente.

5° – Exija utilização de materiais descartáveis.
Em procedimentos estéticos, é imprescindível exigir que materiais como as agulhas usadas em procedimentos como a intradermoterapia ou a carboxiterapia e mantas de proteção para a criolipólise sejam completamente descartáveis, e abertas na sua frente. Além disso, é importante que elas recebam o destino correto, sendo colocadas em caixas de material contaminante. Avalie se existe uma caixa com essa inscrição no recinto ou pergunte para os profissionais se isso é feito da maneira adequada.

6° – Verifique as fichas de controle.
É importante também verificar se o estabelecimento possui fichas de controle, pois as melhores clínicas de estética investem muito nesse quesito. Esses prontuários ajudam sob os mais diversos aspectos, entre os quais vale destacar: o controle do número de sessões realizadas, o registro dos resultados, a indicação de qualquer reação, sensibilidade ou alergia por parte do paciente, entre outros pormenores. Isso permite acompanhar os efeitos do tratamento proposto e evita imprevistos ou até acidentes.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
×

Carrinho