Unidade Águas Claras: (61) 3568-9667 - Unidade Asa Norte: (61) 3326-6587
A temível GORDURA LOCALIZADA. Vamos entender e combate-la?

A gordura localizada é estocada em áreas do nosso corpo que servem como depósito. Ou seja, tudo que comemos além do necessário vai sendo guardado nestas áreas.

Quando precisamos de energia, a primeira atitude do nosso corpo é retirar energia da glicose corrente no sangue. Quando essa fonte diminui, o corpo lança mão da glicose estocada no fígado sob a forma de glicogênio. Em seguida, começamos a utilizar energia proveniente da quebra das proteínas dos nossos músculos. Por fim, as reservas de gordura são utilizadas para gerar essa força. Por isso e difícil de perdê-las.

As áreas de depósito de gorduras mais comuns nas mulheres são: abdômen, flancos (“pneus”) e culotes. Quando esses depósitos começam a encher – ou mesmo nos casos da lipoaspiração, em que são retiradas as células de gordura, que não voltam, destas regiões – novos locais de acúmulo começam a aparecer. Comumente nas costas e nos braços. Pessoas que fizeram lipoaspiração e depois ganharam peso, começam a engordar nas costas e nos braços principalmente.

Muitas vezes escutamos os pacientes reclamarem que fazem exercícios de segunda a sexta feira, e, mesmo assim, têm gordura localizada. A resposta é simples, durante a semana tudo que comemos a mais é eliminado, pois utilizamos como energia para os exercícios. Mas nos fins de semana, tudo que é ingerido a mais não tem outro caminho, a não ser os nossos depósitos.

Outra queixa comum vem dos pacientes que dizem que comem pouco e estão engordando. A resposta é simples: se não houver alterações hormonais, é apenas o nosso corpo, mais uma vez, tentando nos proteger. Funciona da seguinte maneira: se não comemos direito, ou comemos, por exemplo, só no jantar, o nosso corpo vai entender que podemos ficar longos períodos sem energia. Em resposta, o metabolismo diminui de tal maneira, que nos tornamos pessoas econômicas e gastamos pouca energia.

Se o seu corpo perceber que você come várias vezes ao dia, ele não vai se preocupar com a falta de comida. Assim o metabolismo não diminui, ao contrário, tende a aumentar. Você faz com que o seu corpo gaste bastante, e se gasta bastante não sobra para ser depositado.

COMO ACABAR COM A GORDURA LOCALIZADA?

TREINO

Os chamados “Treinos HIIT” são aqueles de curta duração, porém de esforço físico elevado.
Antigamente acreditava-se que quanto mais tempo alguém passasse fazendo atividade física, mais peso ela iria perder.

Porém a realidade é que hoje em dia, já se sabe que existem tipos de exercícios físicos específicos para cada objetivo com o seu corpo.

Por isso os exercícios de curta duração e muita intensidade, realmente se mostraram um grande aliado na perda de peso.

ALIMENTAÇÃO

Ninguém gosta de ouvir sobre dietas e restrições alimentares. Mas infelizmente é impossível falarmos de boa forma sem falarmos de uma boa alimentação.

Ter um corpo em forma nada mais é do que o resultado de uma série de ações que precisam acontecer diariamente. Por isso não é de dieta que vamos falar aqui. Mas sim de reeducação alimentar.

A não ser que você não se importe em perder toda a gordurinha que deseja apenas de um modo temporário. Porque assim que você voltar a praticar os antigos hábitos, a gordura localizada também voltará do mesmo jeito.

A alimentação diária de quem quer emagrecer precisa ser livre de açúcares, gordura saturada e carboidratos simples, como: bolos, pão branco, salgados, massas, sal e açúcar em excesso.

Evitar o consumo de bebidas alcoólicas também é necessário, afinal além do álcool por si só já ser uma substancia super calórica, ele ainda atrapalha o funcionamento do nosso metabolismo. Influenciando diretamente na nossa queima de gordura.

TATAMENTOS ESTÉTICOS

Há ótimas opções para acabar com essa gordura antes de se pensar em uma lipoaspiração, mas vale lembrar que não tratam obesidade. Nada substitui uma vida regrada com boa alimentação e atividade física. Associe esses bons hábitos aos melhores tratamentos estéticos e colha resultados mais rápidos.

O aparelho é colocado na superfície da pele e a camada gordurosa é congelada até temperaturas negativas. Em contato com a baixa temperatura, as células de gordura – chamadas de adipócitos – se rompem totalmente. Em consequência, o corpo entende que elas não fazem mais parte do organismo e as expele naturalmente.

Em até três meses após a sessão, até 40% da área submetida ao tratamento estético será eliminada.

É um ultrassom que produz ondas de baixa frequência que, como diz o nome, provocam cavitações, ou seja, cavidades dentro das células de gordura. Isso provoca o rompimento das células de gordura, que são eliminadas pelo sistema linfático.

A técnica é feita através da aplicação de injeções de gás (CO2) na área a ser tratada. Haverá um aumento da circulação local para eliminar o gás. Com aumento de chegada de sangue, haverá mobilização de gordura da área tratada, além do aumento da produção de colágeno.

A intradermoterapia pode ajudar no tratamento de gordura localizada, mas deve ser coadjuvante a outros tratamentos. Ela é feita através de injeções com substâncias lipolíticas – que promovem a quebra da gordura – aplicadas com pequenas agulhas em múltiplos pontos na área de tratamento.

  • Endermologia

A endermologia faz uma espécie de sucção do tecido tratado, rompendo células de gordura ou provocando o seu remodelamento. Além disso, ela destrói as fibras endurecidas que caracterizam os nódulos de celulite em grau adiantado. Todo esse estímulo também melhora a drenagem de líquidos no corpo todo.

Então já sabe né? Tratamento estético + Alimentação Balanceada + Exercícios é a pedida certa para alcançar o melhor resultado!

Expose Estética

Usuário Blog

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
×

Carrinho