Unidade Águas Claras: (61) 3568-9667 - Unidade Asa Norte: (61) 3326-6587
A FAMOSA CINTA MODELADORA

A maioria das mulheres já considerou a ideia de utilizar cintas modeladoras com finalidade estética, para reduzir alguns números no manequim, não é verdade?!

Há muitos anúncios por ai que vendem a ideia da cinta modeladora como solução rápida para uma transformação completa, a promessa da modelagem milagrosa do corpo e de forma passiva.
Porém, não é bem assim que acontece. Antes de optar por utilizá-la, é preciso entender as vantagens e desvantagens dessa prática tão comum entre as famosas.


COMO FUNCIONA A CINTA MODELADORA?
A cinta modeladora é uma peça destinada para a modelagem do abdômen e definição do contorno corporal da região de maneira momentânea, porém para modelar o corpo realmente, deve haver uma diminuição da gordura corporal, seja com dietas, procedimentos estéticos ou cirurgia.

Ou seja, a cinta modeladora, utilizada isoladamente, apenas deixará o abdômen comprimido – o que pode passar uma falsa sensação de emagrecimento – no entanto, a gordura localizada não será eliminada.

USO DE CINTA DURANTE AS ATIVIDADES FÍSICAS
O uso da cinta modeladora durante a prática de exercícios prejudica a saúde. A pessoa sofre com a limitação da capacidade de expansão da caixa torácica, restringindo trocas gasosas eficientes.

Além disso, a constrição excessiva pode restringir também a circulação sanguínea e linfática. Se usado de forma constante ainda leva à fraqueza da musculatura da coluna e do próprio abdômen, gerando um ciclo vicioso e de dependência constante da cinta. Isso é, você se torna refém da cinta compressiva por não sentir segurança ao não usá-la, e principalmente pelas dores nas costas quando não a usa. A fraqueza da musculatura predispõe a uma série de problemas como hérnia de disco, lesões ligamentares etc…

CUIDADOS AO ADOTAR A CINTA
Como já deu para notar, o bom uso é essencial para conseguir usufruir dos benefícios da cinta. E tão importante quanto saber se ela funciona, é saber a forma de utilizá-la corretamente.

Veja quais cuidados devem ser tomados na hora de usar a sua cinta:
• Utilizar produtos de marcas conhecidas, pois o uso de peças de qualidade duvidosa podem deformar o corpo e causar dores;
• Usar a cinta do tamanho correto; Não force a barra e compre uma menor, visando resultado “melhores”. Isso poderá prejudicar sua saúde.
• Não usá-la por mais de 8 horas seguidas, para não haver comprometimento da musculatura da região do core (bacia, pélvis e abdômen);
• Não dormir com a cinta, para evitar interromper a circulação sanguínea devido ao inchaço noturno.
Além disso, em caso de dores, formigamentos ou dormências, suspenda o uso e procure um médico.

Vale lembrar que é importante elevar sua autoestima, mas mais importante ainda é focar em saúde.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
×

Carrinho